A primeira imagem do buraco negro supermassivo Sagitário A, da Via Láctea, foi capturada pelo Telescópio Event Horizon em luz polarizada, revelando o mapa de seu campo magnético.

Essa imagem histórica representa um marco na astronomia, pois pela primeira vez os cientistas foram capazes de observar diretamente o buraco negro supermassivo localizado no centro da nossa galáxia, a Via Láctea. O Telescópio Event Horizon capturou a imagem em luz polarizada, o que permitiu aos pesquisadores mapear o campo magnético que envolve o buraco negro Sagitário A.

A luz polarizada revelou detalhes fascinantes sobre a estrutura e comportamento do campo magnético ao redor do buraco negro, fornecendo insights valiosos sobre como os campos magnéticos influenciam a formação e evolução dos buracos negros supermassivos. Essa descoberta representa um avanço significativo no estudo dos buracos negros e pode ajudar os cientistas a compreender melhor os processos físicos que ocorrem em torno desses objetos misteriosos.

Com essa imagem, os pesquisadores agora têm uma visão mais clara do buraco negro Sagitário A e do seu ambiente, o que abre novas possibilidades para explorar e desvendar os segredos do universo. Essa conquista representa um marco na astronomia e nos aproxima um passo mais perto de desvendar os mistérios do cosmos.

Como se obteve a imagem do campo magnético ao redor do buraco negro

Compartilhar: