Descobertas científicas confirmam fatos bíblicos

Olá, eu sou Ivan Lima e você é sempre muito bem-vindo ao canal Fatos Desconhecidos.

Em julho deste ano, nós fizemos um vídeo para você sobre as passagens bíblicas que podem ser explicadas pela ciência. Eu trabalhei alguns trechos da Bíblia e qual a possível explicação para eles, mas será que ao contrário do que eu contei naquele vídeo, os cientistas podem comprovar algum acontecimento bíblico?

Se você acha que a ciência e a religião não conseguem andar juntas, saiba que está redondamente enganado. Obviamente existem histórias que nem mesmo os estudiosos explicam. Mas isso não significa que são mentirosas.

Para começar, vou falar sobre o famoso tanque de Siloé, ou piscina de Chiloé, como você preferir. No livro de João, ele conta a história de Jesus fazendo um cego recuperar a visão colocando argila em seus olhos e pedindo a ele para lavar os olhos na água do tanque de Siloé. Para muitos estudiosos, isso era apenas uma história ilustrativa. Porém, no ano de 2004, alguns operários que trabalhavam nos encanamentos da cidade velha de Jerusalém encontraram dois degraus que levavam à piscina exatamente onde João Tinha dito que ela estava. Os arqueólogos rapidamente assumiram o controle e fizeram a escavação do tanque de aproximadamente 69 metros de comprimento. No local também encontraram moedas e cerâmicas que datavam de uma época próxima a Jesus. Tal descoberta nos dá uma estimativa de quanto tempo a piscina foi usada. Alguns acreditam que a piscina foi utilizada para banhos, natação ou mesmo para fornecer água potável aos residentes da cidade.

Outra história que ganhou destaque é a do muro ao redor de Jerusalém, construído pelo Rei Salomão, que foi encontrada por arqueólogos em 2010. O muro foi confirmado pela ciência, juntamente com outras estruturas defensivas que datavam da época de Salomão. Essa descoberta confirmou a construção do muro, a existência de uma torre de guarda, um portão que acessava a parte real da cidade e um edifício que poderia estar relacionado com as descrições da construção de Salomão em Jerusalém.

Passando para outra história, a luta entre os israelitas e os filisteus, que durou cerca de 40 dias, tempo em que os filisteus enviaram o seu campeão, o Gigante Golias, para desafiar qualquer israelita para um combate. Para muitos estudiosos, Golias sofria de acromegalia, uma doença que faz a glândula pituitária produzir o hormônio do crescimento em excesso. Eles acreditam que isso explicaria o seu tamanho e a necessidade de um assistente para orientá-lo.

Talvez a passagem mais questionada da Bíblia seja a história de Noé e a arca. No entanto, um estudo realizado por quatro estudantes de Física da Universidade de Leicester, na Inglaterra, em 2014, mostrou que a arca de Noé poderia realmente flutuar, de acordo com as descrições fornecidas no livro de Gênesis. O estudo calculou as dimensões da arca e o peso máximo que ela poderia carregar sem afundar, chegando à conclusão de que ela poderia carregar um número significativo de animais.

Esses exemplos mostram que a ciência e religião podem caminhar juntas, e que a veracidade dos relatos bíblicos pode ser confirmada por evidências científicas. Há muito mais a se descobrir e entender por aqui.

Espero que tenha gostado do vídeo de hoje e até a próxima!

Compartilhar:
Mordida de barata e Rosto irreconhecível Top 3 Maiores Parques Aquáticos do Mundo Alexandre o Grande: Um Líder Visionário! Jogaram Sopa no Quadro da Monalisa Lugares Extremamente Perigosos do Mundo!