Como se formam planetas?

Este webstory explica como os planetas se formaram a partir de uma nebulosa de gás e poeira. Explore as diferentes etapas do processo e as características dos planetas do Sistema Solar.

Por: INCRIVEL

Os planetas que giram em torno do Sol, inclusive a Terra, não surgiram do nada. Todos eles se formaram a partir de uma enorme nuvem de gás e poeira interestelar. Mas como isso aconteceu?

A nebulosa solar

A história começa com uma nebulosa, uma nuvem gigante de gás e poeira espacial. Há cerca de 4,6 bilhões de anos, uma parte dessa nebulosa entrou em colapso sob a força da gravidade.

Formação do Sol

No centro da nebulosa em colapso, uma estrela gigante se formou: o Sol. Ao redor do Sol, um disco giratório de gás e poeira permaneceu.

Acreção

Pequenas partículas de poeira no disco se chocaram e se aglomeraram, formando grãos maiores. Com o tempo, esses grãos se transformaram em asteroides e cometas.

Planetas

Os asteroides e cometas continuaram a colidir e se unir, crescendo cada vez mais. Eventualmente, esses objetos se tornaram grandes o suficiente para serem considerados planetas.

Diferenças entre os planetas

Os planetas do Sistema Solar se formaram em diferentes regiões do disco protoplanetário, o que explica suas características distintas.

Os planetas mais próximos do Sol, como Mercúrio e Vênus, são rochosos e densos. Já os planetas mais distantes, como Júpiter e Saturno, são gasosos e gigantescos.

A formação dos planetas foi um processo longo e complexo que durou milhões de anos. Hoje, podemos observar os resultados desse processo em nosso Sistema Solar, com seus oito planetas orbitando.

LUA OCA?