Golpes não consorciados: como evitar?

Date:

UMA seguro É costume ser falso e escasso quando se trata de dados privados Eu seguro financiaria, principalmente não Brasil. Uma pesquisa realizada pela Transunion, empresa global de informações e soluções, aponta que as tentativas de fraudes digitais no país aumentarão 20% apenas no segundo trimestre de 2022 em relação ao mesmo período de 2021.

Porém, não são apenas fraudes em computadores e celulares, esses ataques estão cada vez mais presentes em nosso dia a dia, pois esses riscos se tornam mais frequentes, mesmo entre os consorciados.

anunciar

Consulte Mais informação:

Segundo Tatiana Anderson, head da Turn2C, startup de inteligência artificial para o setor de consórcios, é possível reconhecer diversos elementos que envolvem uma modalidade financeira e que podem ser considerados suspeitos, como anúncios duvidosos em redes sociais, facilidades que quase nenhum vendedor possui. , garantia de contemplação ou nível já contemplado e promessa de que o nível já foi retirado.

Diante de tantas possibilidades de fraude, uma forma melhor de saber se o consorciado ou consorciada pretende comprar é realmente real e transparente, é tomar uma decisão com alguém de sua confiança e que entenda do assunto.

“O consórcio é um produto ideal e pode trazer muitos benefícios, mas é importante ter uma Avaliação pós-venda para auxiliar em todos os trâmites perante a administradora do consórcio”, afirma.

Um dos dois golpes mais comuns nesse método financeiro é quando supostos vendedores solicitam dinheiro adiantado de clientes, seja por PIX ou com algum boleto fraudulento.

Normalmente é feito com promessas de vendas de níveis de consórcio inexistentes, ou venda de um nível contemplado com descontos irreais. Efetuado o pagamento, o suposto vendedor desaparece e corta o contato com o cliente.

Por isso, é importante estar sempre alerta. “Caso você esteja em contato com alguém que não conhece, é importante verificar com ele ou com uma pessoa de sua confiança se o vendedor está cadastrado em alguma administradora do consórcio e se você é o administrador autorizado a vender o produto. Além disso, o contrato deve ser cedido diretamente com a administradora e os pagamentos serão feitos posteriormente para ela também”, destaca Tatiana.

Para impossibilitar que esse tipo de situação ocorra e cause transtornos e problemas, a melhor forma de prevenir golpes não é um consórcio e sempre investigue e procure empresas idôneas e de confiança.

Enquanto isso, quando um cliente caiu em um golpe de consórcio, o executivo avisa que a pessoa deve agir rapidamente. “O primeiro passo é ir até a Delegacia mais próxima para registrar um boletim de ocorrência. Posteriormente, vale a pena procurar um advogado para auxiliar no processo judicial e na eventual ação de reparação de danos”, conclui.

Já viu os novos vídeos? YouTube O que Olhar Digital? Inscreva-se em qualquer canal!



Fonte

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Share post:

Subscribe

Popular

More like this
Related