G1 – Janot pensa a favor do perdão de Roberto Jefferson no mensalão

Date:

Ao que parece, a PGR diz que o informante do escândalo se enquadra no decreto.
Ex-deputado passou 7 anos na prisão e foi para o regime aberto em maio.

Ó Procurador-Geral da República, Rodrigo Janotenviou parecer nesta sexta-feira (4) ano Supremo Tribunal Federal (STF) manifestando-se a favor da concessão de indulto ao ex-deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ) pela condenação não mensal.

Para Janot, Jefferson atende aos requisitos contidos em um decreto assinado pela presidenta Dilma Rousseff em dezembro do ano passado que concede ou beneficia presos fora do regime aberto que cumprem mais de um quarto da pena sem crimes graves.

Condenado a 7 anos de prisão, ou petebista, está em prisão domiciliar, não regime aberto, desde maio do ano passado. Ele foi condenado por crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Agora caberá ao ministro louis roberto Barroso, relator das execuções penais do mensalão, decide perdoar.

Jefferson ficou conhecido por ser o delator do esquema de compra de apoio político desde o início do governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em 2005, afirmou que havia pagamentos mensais de gorjetas a parlamentares da base aliada para dar apoio ao governo e terminou com redução de pena.

De acordo com o decreto de Dilma, obtemos o indulto que é livre para cumprir ou o restante da pena e não tem quaisquer restrições, conforme apresentado periodicamente à Justiça. O benefício está previsto na Constituição como atribuição do Presidente da República e, tradicionalmente, é concedido na época de Natal.

Fonte

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Share post:

Subscribe

Popular

More like this
Related