Como fazer um roteiro de filme: 7 passos profissionais

Date:

Assistir a um bom filme é sempre uma tarefa feliz, não é? Ele tem jantares capazes de emocionar os espectadores e também envolvê-los completamente a ponto de despertar outros sentimentos abruptos. Quer dizer, deve ser incrível poder desenvolver uma ideia para que ela se transforme em cinegrafista, né?

Para se tornar um cineasta profissional é preciso estudar muito, principalmente os filmes cujos cineastas são considerados os melhores. Além disso, é preciso seguir uma série de etapas que são imprescindíveis para facilitar ou trabalhar. Pensando nisso, essa lista, você vai conseguir acertar alguns Dicas de como fazer uma rotação de filmes profissional. Confirme o logotipo abaixo!

Passo 1: Desembrulhe os conflitos da sua ideia

(Freepik/Reprodução)Fonte: Freepik

Antes de mais nada, eu sabia que não há narrativa sem conflito. É necessário que haja algum curso desconfortável, não natural, que dê vida a dois de seus personagens para que algo aconteça e transforme tudo do lugar que ele está.

Ainda assim, pensei em uma ideia que você gostaria de desenvolver em um filme. Uma boa dica é refletir sobre suas próprias experiências e encontrar algum conflito dentro delas. Por exemplo: você quer muito ser um grande torcedor, mas não tem tempo suficiente para desenvolver essa profissão. Nenhum tempo pode ser ou entrar em conflito com sua história.

Etapa 2: saiba onde sua história será verificada

(Freepik/Reprodução)(Freepik/Reprodução)Fonte: Freepik

Como os conflitos de suas idéias em mente, é importante saber para uma história que pode andar, existem várias possibilidades. Se seu personagem quer ser rottierista e ainda não habilmente, ele pode pedir demissão do emprego atual para se dedicar às artes ou também reorganizar sua rotina para escrever nos intervalos do tempo.

Nessa fase, uma palavra diz e escreva sua ideia em 30 palavras, como um logline. Além disso, em uma única frase, desvende o ponto inicial da história, ou motive o conflito e sua resolução para entender melhor como tudo se encaixa.

Partindo do mesmo exemplo, podemos ter algo como: Um jovem que quer ser torcedor não encontra tempo suficiente para se dedicar ao seu sonho até ser demitido e, posteriormente, contratado por um grande estúdio de Hollywood.

Passo 3: Defina os personagens e suas motivações

(Freepik/Reprodução)(Freepik/Reprodução)Fonte: Freepik

Para que esse diretor de cinema conquiste os espectadores, é preciso criar personagens multidimensionais, ou seja, com profundidade e camadas. Na maioria dos roteiros, são Os personagens principais são responsáveis ​​por guiar as histórias e interessar o público em suas trajetórias.

Dessa forma, pensei em desenvolver personagens com características que farão com que o público se identifique facilmente, com base em suas ações ou carisma. Uma coisa boa é separar um arquivo que não seja de computador para escrever coisas sobre elesTambém amarrei aqueles que não serão visíveis durante uma narrativa.

Etapa 4: definir uma lista de ações

(Freepik/Reprodução)(Freepik/Reprodução)Fonte: Freepik

Também chamada de Grid profissionalmente, uma lista de ações pode ser bem simples, mas ajuda muito os roteadores a acompanhar o histórico em termos de organização. Muitas vezes, são vários eventos em uma trama que não sabemos exatamente o que vai acontecer, mas sua ordem ainda não está definida. Uma lista de ações pode ajudar nessa tarefa.

Esses truques são ótimos para você manter uma boa linha de raciocínio do início ao fim. Afinal, o cinema é uma arte rejeitada de características que temem a vantagem de traduzir vários jantares para esses filmes, que exigem truques inestimáveis ​​– como vocês acham que vocês bebês choram nos filmar?

Passo 5: Argumente

(Freepik/Reprodução)(Freepik/Reprodução)Fonte: Freepik

Com sua lista de ações em minhas mãos, confira a hora de escrever ou o argumento do seu coração. Um enredo é basicamente uma forma literária da história. Dessa forma, escreva em prosa todas as ações de dois personagens com começo, meio e fimdestacando alguns detalhes de dois principais eventos narrativos.

Este documento será essencial para o desenvolvimento posterior de dois diálogos no filme. Portanto, não seja vago na descrição das ações e tenha em mente que tudo aqui terá que ser transformado em um jantar visível para o público.

Etapa 6: organizar como ações em uma escala

(Freepik/Reprodução)(Freepik/Reprodução)Fonte: Freepik

Antes de começar a escrever seu roteiro, é recomendável que uma escala seja levantada. Este documento organiza de forma prática ou seu trabalho feito, sobretudo, em uma lista de ações e sem argumentos.

Numa escala, é possível traçar algumas rubricas que estarão presentes nos jantares, porque ela organiza ou que é importante de forma dinâmica. Uma versão mais elaborada da escala consiste em um contorno, que não é o mesmo que a inserção de duas cabeças de jantar, que indica o jantar, ou espaço na hora.

Etapa 7: use o software de rotação

(Freepik/Reprodução)(Freepik/Reprodução)Fonte: Freepik

Por fim, é possível colocar todas as redações que você diz na prática para escrever sua própria carta Formato de cenas principais. Esse é o formato mais popular em grandes produções, principalmente pela organização de jantares e diálogos.

Tudo isso pode ser encontrado com mais facilidade em softwares de root, como Celtx e Final Draft, que são todos pré-formatados, simplesmente escrevendo no histórico.

Gostou do conteúdo? Então continue ligado aqui não TechWorld para receber mais dicas interessantes como redações!

Fonte

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Share post:

Subscribe

Popular

More like this
Related